SAS cria ‘The Batting Lab’ para ensinar, de forma divertida, às crianças o valor dos dados no desporto

  • Nesta “gaiola”, as crianças aprendem como melhorar os seus lances de basebol e softbol através da análise de dados
  • Uma experiência que promove a literacia de dados e, graças ao desporto, prepara as crianças para um futuro baseado em analítica
  • Muitas seleções de futebol presentes no Mundial de Futebol de 2022 no Qatar já estão a usar a análise de dados para melhorar o desempenho em campo

O SAS, líder em analítica, criou o ‘The Batting Lab, uma experiência interativa que usa Inteligência Artificial, Visão Computacional e IoT para ajudar as crianças a melhorar o seu desempenho desportivo, neste caso, swings de basebol e softbol, através do uso e da análise de dados.

Literacia de dados através do desporto

O 'The Batting Lab' aplica a ciência de dados à atividade desportiva para ajudar as crianças a entender melhor o uso de estatísticas, tornando os dados e a analítica mais acessíveis, relevantes e divertidos. O novo programa do SAS ajuda os jovens a prosperar num mundo cada vez mais orientado pela analítica. De facto, as próprias tecnologias usadas no 'The Batting Lab' são as que ajudam empresas e governos de todo o mundo a tomar melhores decisões e melhorar a vida dos cidadãos espalhados por todo o mundo.

"O SAS há muitos anos que apoia a literacia de dados para ajudar as pessoas a prosperar num mundo cheio de dados, tornando-se uma competência essencial para o sucesso pessoal e profissional. Temos que preparar as gerações futuras e entusiasmá-las desde logo com a matemática e a estatística, de forma a que vejam como estas podem ser aplicadas em atividades que elas gostem, como é o caso do desporto", diz Luca Spinelli, Diretor de Transformação de Negócios, Emerging EMEA & ASEAN no SAS.

"Este projeto é um exemplo de como a analítica pode ser usada no basebol, mas princípios semelhantes podem ser aplicados a qualquer outro desporto, como o ténis ou o golfe. Todos os dias vemos organizações desportivas a aumentar os seus esforços para se transformar em organizações orientadas pelos dados, incorporando novas fontes que lhes permitem ser cada vez mais ágeis na tomada de decisões e apoiar os seus objetivos ao longo das temporadas, atualizando-os à medida que a competição avança ao longo do ano e corrigindo, se necessário, para melhorar o seu rendimento. Assim, à medida que as crianças aprendem a usar a analítica de forma eficaz, ficam a conhecer as competências que irão necessitar quando tiverem de decidir no futuro”, explica Victor Morais, Customer Success Manager do SAS Portugal.

2022 é o ano perfeito para os mais novos terem consciência que o rendimento e desempenho dos atletas se pode medir e, com base nesta análise, aplicar melhorias que têm impacto direto nos resultados das suas equipas. Para o Mundial de Futebol no Qatar 2022, o SAS usará o 'The Batting Lab' para mostrar aos mais pequenos a relação entre a análise de dados e a melhoria de desempenho. De facto, a maioria das federações de futebol que participam nesta grande competição já estão a utilizar múltiplas soluções e análises para alcançar a excelência e, com ela, a vitória.

Uma “gaiola” de lances de última geração

O 'The Batting Lab' é composto por uma “gaiola” que possui inúmeros sensores e câmaras que captam a postura, o swing e os detalhes da trajetória da bola graças à Inteligência Artificial, Visão Computacional e IoT. Após a análise, diferentes comentários e sugestões são partilhados através das telas para aperfeiçoar a técnica de batidas. Estes sensores podem reunir até 50.000 pontos distribuídos entre o corpo e o taco, o que significa que, numa única sessão de 50 swings, podem ser analisados ​​até 2,5 milhões de pontos de dados. Com todos estes dados reunidos, o novo programa SAS permite que os lançadores vejam como otimizar a sua distribuição de peso, posição das mãos ou movimentos centrais, melhorando o desempenho e prevenindo futuras lesões.

A “gaiola” de batidas está localizada na sede do SAS na Carolina do Norte. Desta forma, para que todas as crianças possam melhorar o seu desempenho, o The Batting Lab disponibiliza um 'Data Playbook' virtual, uma versão online do programa já disponível. Assim, crianças e pais podem usar registos com os seus progressos e obter dicas enquanto melhoram as suas batidas e ganham confiança no uso de dados e analítica no campo .

SAS cria ‘The Batting Lab’ para ensinar, de forma divertida, às crianças o valor dos dados no desporto

Sobre o SAS

O SAS é líder em Analítica. Através de software e serviços inovadores, o SAS empodera e inspira clientes do mundo inteiro a transformar os seus dados em inteligência. O SAS oferece THE POWER TO KNOW®.

 

Contacto Editorial:

SAS cria ‘The Batting Lab’ para ensinar, de forma divertida, às crianças o valor dos dados no desporto