Background E014768R

 

 

Mildred, de 98 anos, está em casa graças à Internet das Coisas e ao SAS

Software do SAS revela soluções da Internet das Coisas e melhora a vida das pessoas com o uso de soluções de Analytics para extrair valor dos dados coletados

A Internet das Coisas e o SAS em ação para a cidade de Cary, na Carolina do Norte

Mildred* é uma senhora de 98 anos que ainda prepara o jantar de domingo para a família, em sua residência na cidade de St. Louis, nos Estados Unidos. Há dois anos, ela foi hospitalizada duas vezes com parada cardíaca e, em ambos os casos, liberada depois de uma breve internação. Isso normalmente não acontece com pacientes dessa faixa etária. No caso de Mildred, a equipe responsável pelos seus cuidados monitora sua saúde 24 horas por dia, com um dispositivo wearable e conexão wireless da fabricante Geneia, que transmite dados biométricos para um portal interativo com informações sobre os pacientes.

A Geneia utiliza o SAS para analisar os dados da Internet das Coisas (IoT) e apresentar relatórios periódicos à equipe que cuida de Mildred. Eles avaliam os relatórios juntamente com os registros de saúde e recomendam os cuidados que ela deve tomar para viver da maneira que deseja: independente e em sua própria casa.

Os softwares do SAS, empresa líder em Analytics, capacitam as empresas a explorar os dados provenientes de dispositivos conectados à Internet das Coisas. O pacote de soluções combina streaming de dados em tempo real, processamento em memória de Analytics e tecnologias de gerenciamento e visualização de dados.

Mildred é uma das milhões de pessoas beneficiadas pelos dados da IoT. As soluções de Analytics do SAS revelam padrões e tendências com esses dados, inclusive durante o streaming de dados. O Analytics ajudou a equipe de Mildred a guiá-la, enquanto sua vida continua normalmente. As soluções também ajudam fabricantes, companhias de energia e varejistas a extrair o valor contido nas massas de dados recebidos de sensores, medidores e dispositivos de monitoramento. Além disso, revelam oportunidades para aprimorar serviços e melhorar produtos.

"A IoT tem tudo a ver com aplicar Analytics em quantidades imensas de dados, gerados por milhões de dispositivos conectados", afirma Jim Davis, CMO do SAS. " Quando aplicado a esses dados, o Analytics traz o valor real deles para os negócios, os governos e a sociedade como um todo. O SAS possui uma vantagem, porque identificamos procedimentos padrões de Analytics que permitem às organizações melhorar a experiência do consumidor, aprimorar a qualidade dos produtos e produzir resultados a partir dos dispositivos conectados."

Para saber mais, faça o download do relatório IoT Analytics in Practice da Blue Hill Research.

Preservando a saúde com o Analytics na era da IoT

"A Internet das Coisas fortalece nossa capacidade de melhorar a saúde e a longevidade das pessoas", diz Heater Lavoie, presidente e COO da Geneia. "As tecnologias do SAS, aplicáveis à IoT, nos ajudam a incorporar dados contextuais, a pintar um quadro completo do paciente e a informar melhor as questões relacionadas à sua saúde."

A Geneia trabalha com seguradoras e prestadores da área da saúde. Seu dispositivo de monitoramento e integração e análise de dados Theon são promissores para melhorar os custos médicos e a saúde dos pacientes.

Um exemplo disso é a análise dos dados sensoriais com o SAS, que permite que as equipes apoiadas por dispositivos da Geneia interpretem mudanças no peso, nos níveis de oxigênio sanguíneo e de respiração em pacientes cardíacos, considerando, entre outras coisas, o estilo de vida que levam. Esses sintomas podem indicar a deterioração da saúde e sua detecção precoce pode levar ao desencadeamento das intervenções necessárias para salvar vidas.

"Para tornar útil a Internet das Coisas, precisamos de Analytics das Coisas", afirma Tom Davenport, co-fundador e diretor de Pesquisa do Instituto Internacional de Analytics (IIA). "Isso significará novas abordagens na gestão e integração de dados e novas maneiras de analisar continuamente os dados em streaming. O SAS está intensamente focado nesta importante área."

Economia de dinheiro e de recursos naturais

Outras maneira com a qual a IoT pode ajudar as pessoas é por meio da transformação "inteligente" das cidades e municípios. A cidade de Cary, no estado de Carolina do Norte, nos EUA, é um exemplo disso. Mary*, uma de suas habitantes, sempre molha o jardim de sua casa antes de tirar alguns dias de férias. Em uma dessas ocasiões, na ansiedade para arrumar logo o carro e ir à praia, ela esqueceu a mangueira aberta no quintal. O sistema Aquastar, usado na cidade, detectou o consumo anormal de água, enviando imediatamente uma notificação por e-mail. Mary ligou para o departamento de Serviços de Atendimento ao Cliente da cidade, recebendo em sua casa um veículo para impedir a perda de água, que seria de 200 litros por hora. A Aquastar faz a análise dos dados sensoriais de forma automática e a cada hora. Nesse caso, a Internet das Coisas afeta o modo em que a cidade de Cary interage com seus cidadãos.

"Usar a Internet das Coisas pela Aquastar transformou o nosso atendimento ao consumidor", disse Karen Mills, diretora de Finanças da cidade de Cary. "Os serviços prestados ao consumidor agora são proativos, e não reativos. Somos capazes de analisar dados de hora em hora para detectar o uso anormal da água, podendo comunicar previamente os clientes e mitigar potenciais problemas. A Aquastar ‘mastiga’ rapidamente por milhões de pontos de dados – algo que a mente humana não pode fazer sozinha – com a ajuda do SAS Analytics."

O SAS e a IoT

O SAS ajuda os clientes a transformar os dados da IoT em valor. Além de analisar os dados, o SAS extrai esses dados de ambientes de alta capacidade, como o Hadoop, minando os mais importantes e filtrando os ruídos. Por fim, o SAS incorpora a visualização de dados para revelar padrões e tendências que podem ser rapidamente trabalhadas. Saiba mais sobre o SAS e a Internet das Coisas.

De acordo com a Blue Hill Research, as empresas devem investir em uma combinação de pessoas, processos e tecnologias para transformar os sinais dos sensores em ações. "É importante escolher um parceiro tecnológico com os devidos níveis de experiência e domínio de expertise para garantir o sucesso", disse James Haight, analista da Blue Hill Research. "Sendo assim, concluímos que o SAS está apto a desempenhar esse papel, dado seu longo histórico de trabalho com a internet industrial e o pioneirismo com a Internet das Coisas."

* Nomes fictícios usados para preservar a privacidade das pessoas citadas no texto.

lady-reading-report

Leia "IoT Analytics in Practice" da Blue Hill Research.

Siga-nos no Twitter @SASsoftware para ter acesso as 
ultimas notícias e visões do SAS.

Sobre o SAS

O SAS é o líder de mercado em Analytics. Por meio de soluções analíticas inovadoras, voltadas para a inteligência do negócio e gerenciamento de dados, a companhia ajuda seus clientes em mais de 75.000 localidades a tomarem decisões de forma rápida e assertiva. Desde 1976, o SAS fornece aos clientes ao redor do mundo THE POWER TO KNOW® (O Poder do Conhecimento). No Brasil desde 1996, a subsidiária brasileira conta com mais de 200 clientes, escritórios em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF), cerca de 180 colaboradores e atua em diferentes setores como finanças, telecomunicações, varejo, energia, governo, manufatura e educação.

Editorial Contact:

Back to Top