Ministério de Justiça reformula e moderniza o seu sistema de tratamento e divulgação da informação com o SAS Business Intelligence.

Ciente da importância de ter um sistema de informação que permitisse um rápido, aprofundado e eficaz tratamento da informação, assim como a publicação online dos dados estatísticos, o Ministério da Justiça optou pela implementação da solução SAS Business Intelligence. Com esta ferramenta, para além da democratização do acesso à informação estatística, o Ministério da Justiça passou a aceder a uma base de dados com capacidade para análise multidimensional e inúmeras funcionalidades, conseguindo ainda reduzir significativamente custos.

Maria João Morgado Costa
O Ministério da Justiça passou para um sistema de publicação online, com relatórios dinâmicos onde o próprio utilizador pode explorar a informação estatística de acordo com as suas necessidades.

Maria João Morgado Costa
Subdirectora-geral da Direcção Geral de Política de Justíça.

Volume significativo de informação estatística para lidar diariamente

O Ministério da Justiça é a entidade que concebe, conduz, executa e avalia a política de justiça definida pela Assembleia da República e pelo Governo, assegurando não só as relações do Governo com os Tribunais e o Ministério Público, mas ainda com o Conselho Superior da Magistratura e com o Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais.

Este Ministério assume, entre outras funções, o assegurar o funcionamento do sistema de administração da Justiça no plano judiciário e nos domínios da segurança do tráfego jurídico, o garantir a adequada prevenção da criminalidade, investigação criminal e execução de medidas penais e de reinserção social etc.

Com um volume bastante significativo de informação estatística para lidar diariamente e perante constantes pedidos de informação externos, o desafio lançado prendeu-se precisamente com a situação do sistema de informação das estatísticas da Justiça o qual, tal como nos explica Maria João Morgado Costa, Subdiretora-geral da Direção Geral de Política de Justiça “era essencialmente um sistema com recolha de dados manual, sendo que muito do tratamento da informação era feito também de forma manual, embora tivéssemos um sistema de tratamento da informação e a divulgação fosse feita em papel e divulgada na Internet.”

Novo Sistema de Tratamento e Divulgação de Informação

Na verdade, até à implementação do SAS Business Intelligence a informação era produzida e tratada por um complexo e demorado sistema e inclusive muita da informação ou resultados estatísticos encontrava-se dependente da edição de publicações.

O novo sistema de tratamento e divulgação da informação estatística implementado passou a estar assente num repositório único de dados, um data warehouse, reunindo desta forma num único ponto toda a informação recolhida, permitindo a sua divulgação online com base em relatórios que podem ser explorados à medida das necessidades dos utilizadores.

A divulgação de forma interativa da informação através da Internet, a disponibilização de dados mais detalhados e relevantes e a capacidade para uma análise multidimensional foram alguns dos aspetos cruciais que o SAS Business Intelligence trouxe à atividade diária do Ministério da Justiça, eliminando assim as diversas insuficiências diagnosticadas no sistema anteriormente implementado.

Segundo Maria João Morgado Costa “Os benefícios foram a muitos níveis. Desde logo, do ponto de vista de se tornar mais democrático o acesso à informação estatística. Antigamente a informação estatística, apesar de estar acessível, podia apenas ser obtida a pedido dos utilizadores feito à Direção Geral da Política de Justiça. A partir do momento em que se abriu ao público o sistema, a informação passou a estar acessível online. Para além disso, conseguimos obter informação de forma mais rápida. Ao nível da acessibilidade, esta passou a fazer-se em menos tempo. Foi também vantajoso do ponto de vista dos custos, principalmente dos custos da mão-de-obra em termos do número de pessoas que é necessário para trabalhar a informação e para a divulgar.” A verdade é que antes desta reformulação, o trabalho da produção das estatísticas da Justiça era assegurado por uma vasta equipa, cujo tempo era em grande parte dedicado à inserção dos dados num sistema informático. O que acabava por ser um processo muito pesado em termos administrativos.

Depoimento de Maria João Morgado Costa

Balance

Desafio

Substituir todo o sistema de informação das estatísticas da justiça, que até à data era manual, por uma base de dados multidimensional e adotar um sistema de publicação online, onde o utilizador pode explorar a informação estatística que pretende.

Solução

SAS® Business Intelligence

Benefícios

  • Democratização do acesso à informação estatística;
  • Maior eficácia no tempo de processamento e de divulgação da informação;
  • Informação mais detalhada e constantemente atualizada;
  • Redução da carga administrativa sobre os serviços;
  • Redução dos custos.
The results illustrated in this article are specific to the particular situations, business models, data input, and computing environments described herein. Each SAS customer’s experience is unique based on business and technical variables and all statements must be considered non-typical. Actual savings, results, and performance characteristics will vary depending on individual customer configurations and conditions. SAS does not guarantee or represent that every customer will achieve similar results. The only warranties for SAS products and services are those that are set forth in the express warranty statements in the written agreement for such products and services. Nothing herein should be construed as constituting an additional warranty. Customers have shared their successes with SAS as part of an agreed-upon contractual exchange or project success summarization following a successful implementation of SAS software. Brand and product names are trademarks of their respective companies.

Back to Top