Maior atacadista-distribuidor do país reduz em 97% o tempo de implementação dos modelos de análise com o SAS Visual Analytics

Martins Atacadista otimiza resultados com inteligência analítica do SAS

O SAS, líder de mercado em Analytics, está ajudando o mercado atacadista a embarcar com sucesso na inteligência analítica, para lidar com um ambiente altamente dinâmico e competitivo, no qual conhecer e prever o comportamento do consumidor pode fazer toda a diferença. Com esse objetivo, a Martins Atacadista, maior atacadista-distribuidor do Brasil, está entregando recursos e autonomia de análise a todos os departamentos da empresa com o SAS® Visual Analytics.

A adoção da tecnologia trouxe uma série de resultados significativos em praticamente todos os departamentos da empresa desde que foi adquirido.

Nilton Mayrink
Chief Executive Officer

O VA foi implementado na Martins em setembro de 2014, como projeto piloto de BI com exploração de dados da equipe de TI, que necessitava de uma ferramenta flexível e eficiente para testes e prospecções na área de negócios. Desde então, a solução incorporou a gestão e operação dos dashboards de análise, substituindo as tarefas do sistema de BI tradicional da empresa.

Com aprovação unânime do corpo diretivo da atacadista, o VA foi disseminado e disponibilizado de forma continua em toda a empresa, trazendo analises avançadas e de forma intuitiva para diferentes áreas de vendas e relacionamento com os clientes, sem a necessidade de conhecimento avançado em estatística dos usuários. “A interface self-service do VA, de fácil visualização, ofereceu autonomia para análises departamentais e a nível organizacional do cliente, sem a necessidade de empregar grandes esforços em TI”, afirma Enrique Falconi, especialista em soluções de BI do SAS Brasil.

Segundo Nilton Mayrink, CIO da Martins Atacadista, a adoção da tecnologia trouxe uma série de resultados significativos em praticamente todos os departamentos da empresa desde que foi adquirido. O principal deles foi uma redução de 97% no tempo de implementação das aplicações, de três meses para apenas três dias. “Com isso ganhamos agilidade na camada de decisões, sem a necessidade de empregar grandes equipes e direcionar recursos a terceiros”, diz ele.

Além da redução de custos, o aumento da produtividade também permitiu um crescimento exponencial na geração de valor para os negócios e no envolvimento dos departamentos. De apenas um departamento no projeto piloto, o uso do VA evoluiu para 20 diferentes áreas na empresa e cerca de 650 usuários. Somente na área de negócios, o numero de analistas passou de três para 84 colaboradores, além de expansões significativas em outros departamentos, como Marketing e Vendas. Para os próximos meses, Mayrink espera atingir a marca de 1.500 usuários, o que representa cerca de 30% da empresa, com expectativa de atingir todos os funcionários propensos a utilizarem a ferramenta.

Outro caso de sucesso na Martins foi a aplicação do SAS® Marketing Automation, ferramenta automatizada de geração e gestão de dados para campanhas. A solução foi adotada pela Martins para aprimorar a assertividade nas campanhas e ações de marketing. “Utilizamos a solução para fazer ações segmentadas com os públicos propensos a comprar mais ou adquirir novos produtos, e focar menos naqueles que já comprariam independente da campanha. Com isso, interagimos da melhor forma com os nossos clientes por meio de todos os canais, sejam eles tradicionais ou digitais”, afirma Mayrink.

Para o executivo, que possui mais de 20 anos de experiência no segmento, o consumidor está em constante transformação e cada vez mais exigente em todos os canais (omni-channel), querendo experiências de compra cada vez mais personalizadas, do jeito que ele quer e na hora que precisa. “Para atender a esses objetivos, a tendência desse mercado é avançar além de uma TI bimodal, que combina agilidade e profundidade, e embarcar como uma empresa bimodal em todas as operações. Portanto, o foco principal agora será a disseminação total das ferramentas e expansão para novas”, explica.

Analytics aumenta competitividade

Segundo Mayrink, o mercado atacadista é altamente competitivo, tanto pela concorrência direta como também pela indireta com os grandes varejistas, especialmente aqueles que concorrem diretamente com os principais clientes da Martins. A principal razão dessa competitividade, segundo ele, está na volatilidade do consumidor final, que sofre mudanças comportamentais com frequência e varia o hábito de compras, transformando a relação que existe entre esses dois mercados.

Essa competitividade está acelerando a transformação digital dos negócios em ambas as frentes, sejam atacadistas ou varejistas, que embarcam na Terceira Plataforma (Analytics, Cloud, Social e Mobilidade) para sobreviver à nova dinâmica do relacionamento com o consumidor. “Portanto, a vantagem de negócios estará cada vez mais no campo de batalha tecnológico, em que a inteligência de dados desempenha papel fundamental”, conclui ele.

logo-martins-atacadista

Desafios

  • Tempo para geração de relatórios para tomada de decisões.
  • Criar uma experiência relevante e assertiva para o cliente.

Solução

Benefícios

  • Redução de 97% no tempo de implementação das aplicações, de três meses para apenas três dias.
  • Agilidade na camada de decisões, sem a necessidade de empregar grandes equipes e direcionar recursos a terceiros.
  • Ações segmentadas com os públicos propensos a comprar mais ou adquirir novos produtos, e focar menos naqueles que já comprariam independente da campanha.
The results illustrated in this article are specific to the particular situations, business models, data input, and computing environments described herein. Each SAS customer’s experience is unique based on business and technical variables and all statements must be considered non-typical. Actual savings, results, and performance characteristics will vary depending on individual customer configurations and conditions. SAS does not guarantee or represent that every customer will achieve similar results. The only warranties for SAS products and services are those that are set forth in the express warranty statements in the written agreement for such products and services. Nothing herein should be construed as constituting an additional warranty. Customers have shared their successes with SAS as part of an agreed-upon contractual exchange or project success summarization following a successful implementation of SAS software. Brand and product names are trademarks of their respective companies.

Back to Top