Casos de Sucesso /

SAS São Paulo
Praça João Duran Alonso, 34 - 11º. Andar - Brooklin
Tel: 11 4501 5300
www.sas.com/br/

Casos de Sucesso

Versão para impressãoVersão para impressão

Casos de Sucesso

 

Embrapa é pioneira em SAS

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária usa soluções SAS há mais de 30 anos para aprimorar seus trabalhos técnico-científicos

Com 37 centros de pesquisa localizados em diferentes regiões do país, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) elegeu o SAS como principal software da instituição. Todas as unidades de estudo operam, pelo menos, uma cópia da solução.

O primeiro contato com a tecnologia SAS aconteceu em 1974, quando utilizavam a versão mainframe, fazendo da Embrapa pioneira em seu uso no Brasil. Desde então, é fiel ao recurso que aprimora da análise e delineamento experimental, com modelos mistos lineares e não-lineares, até ajuste de modelos econométricos complexos, com respostas uni e multidimensionais e aplicações de pesquisa operacional.

Geraldo da Silva e Souza, pesquisador e coordenador do núcleo de métodos quantitativos da Embrapa, ressalta que, tipicamente, as aplicações e usos do SAS na instituição são técnico-científicos. "Uma dessas instâncias de uso ocorre no modelo de avaliação de desempenho da Embrapa. Esse aplicativo tem por base estrutura definida por um processo de otimização, apoiado na solução de um problema de programação linear", detalha Souza.

A instituição de pesquisa possui uma base de dados importante, construída no ambiente Ingres, que é mantida e acessada via SAS. Trata-se da Agrotec. Importada do IBGE, a base constitui-se em um amplo universo de informações sobre variados tipos de commodities agrícolas, que vão desde as movimentações no comércio internacional – com cerca de 1, 7 milhão de registros – a estudos relacionados ao comércio exterior, com referências à origem e destino da soja, por exemplo.

Administrando a Agrotec desde 1980, o Dr. Fernando Garagorry, pesquisador da Embrapa, faz questão de lembrar que acompanhou todo o desenvolvimento da solução SAS e afirma que hoje "ela oferece mais flexibilidade para integrar ambientes e tornar os dados analisáveis".

Antes da implementação do SAS, prossegue Garagorry, a Embrapa trabalhava com diferentes formatos de sistemas, tornando o acesso difícil e a visibilidade restrita. Agora, as operações de atualização e pesquisa são bastante simples. Assim como processar levantamentos amostrais de estabelecimentos agrícolas, que totalizam cerca de 150 mil. "Tudo isso por meio do SAS, que uso há 30 anos. Este recurso já se tornou um procedimento natural de trabalho, pois está presente em todos os processos", conclui o pesquisador.

Copyright © SAS Institute Inc. All Rights Reserved.

Embrapa

Desafio:
 
Solução: