Casos de Sucesso /

SAS São Paulo
Praça João Duran Alonso, 34 - 11º. Andar - Brooklin
Tel: 11 4501 5300
www.sas.com/br/

Casos de Sucesso

Versão para impressãoVersão para impressão

Casos de Sucesso

 

Banco do Brasil busca conhecimento

Instituição financeira investe em solução de gestão de inteligência para melhor visualizar sua enorme infra-estrutura e ajustar decisões de negócios

Um universo de 21 milhões de clientes, com mais de 4 mil pontos de atendimentos e 37 mil terminais de auto-atendimento espalhados por todo o país, além de cerca de 300 produtos na prateleira. Esse é o tamanho do desafio enfrentado pelo Banco do Brasil ao decidir pela implementação da nova solução.

Focado na metodologia ABC Activity-Based Costing (ABC), ou custeio baseado em atividades, e por meio da ferramenta desenvolvida pelo SAS, o objetivo é embasar melhor as decisões de negócios da instituição financeira, contando com maior conhecimento dos custos de seus produtos, serviços, canais de atuação, processos e áreas. "Com o cálculo do custo de produtos, canais e segmentos de clientes, podemos promover a melhoria dos processos", acredita Cláudio Gondim, gerente de custos do Banco do Brasil.
Segundo ele, o tamanho e a diversidade de negócios representam um grande desafio ao processo de implementação. "Para o banco, interessa uma aplicação mais aberta, focada em obtenção de dados de cada agência e dos diversos segmentos de clientes. Com esse montante de informação, as possibilidades de criação de soluções e tomadas de decisão mais corretas, por meio da solução SAS, foram ampliadas", acrescenta. No entanto, as funcionalidades já implementadas estão modificando a maneira de atuar do banco. "Agora já temos o controle de custos e, por enquanto, a ferramenta está atendendo nossas expectativas", afirma José Gilberto Jaloretto, diretor de controladoria do banco.

Mas é apenas o primeiro passo. A relação das informações de custo de segmento de clientes com os dados de produtos e canais é um dos destaques do projeto. Ao criar grupos de clientes, conforme uma série de características, como quantidade de investimento e renda, cada correntista do Banco do Brasil é alocado em uma categoria. Com isso, é possível buscar maior adequação de recursos com direcionamento inteligente dos grupos de clientes para uma forma de atendimento adequada às suas necessidades – da internet ao atendimento nas agências. "Mais do que para redução de gastos, esses dados podem ser usados também no auxílio das estratégias de contato com os correntistas, melhorando a atuação do banco.

Dessa forma, podemos refinar a interface com nossos clientes", conta Gondim. Ao todo, 18 pessoas internas cuidam da implementação da solução, dedicadas especialmente ao levantamento de dados (das atividades, recursos e direcionadores) nos diversos elos da cadeia do banco, que demandam atualizações freqüentes. Assim, a equipe precisa manter um esforço contínuo com vista à atualização da base de dados. "O maior desafio é, sem dúvida, a infra-estrutura. Precisamos construí-la ao redor do SAS", relata. Na visão do gerente, com essa situação resolvida, o Banco do Brasil poderá fazer uma análise de seus macroprocessos corporativos "Vamos acompanhar esses processos, que permeiam várias áreas, e, onde possível, promover a integração deles. Assim, poderemos conhecer as particularidades de cada um, definir claramente os custos e discutir possibilidades de melhoria", diz Gondim.

O projeto, ainda em curso e com previsão de conclusão para o final deste ano, tem, pelo seu tamanho e complexidade, despertado a atenção de instituições financeiras do mundo inteiro.

O Banco de Crédito del Perú e o Banco Occidental de Descuento, da Venezuela, por exemplo, enviaram representantes para conhecer e conferir de perto a implementação da solução, buscando levar a experiência adquirida para seus países. “Com a implementação completa, viramos uma página aqui no banco. A controladoria vai prover informações cada vez mais refinadas e importantes, para uma gestão inteligente”, diz Jaloretto. O gerente de custos concorda e acrescenta que “não nos arrependemos de termos sido os pioneiros em SAS. A possibilidade de ganhos que essa solução proporciona é enorme, portanto, vale todo o esforço”. 
  

Copyright © SAS Institute Inc. All Rights Reserved.

Banco do Brasil

Desafio:
 
Solução: